DUDA BRACK

Cantora e compositora, 25 anos, gaúcha radicada no RJ.

 

Em 2015, lançou de forma independente seu primeiro disco, “É”, e desde então vem sendo apontada como uma das grandes vozes a emergir na cena musical contemporânea. Foi eleita pela crítica especializada como Artista Revelação, figurou em todas as listas de melhores discos do ano e foi indicada ao “Prêmio Quem”, na categoria de melhor cantora, ao lado de Elza Soares, Gal Costa, Maria Bethânia e Anitta.

 

Em 2017, a convite de Charles Gavin (ex-baterista dos Titãs) e da gravadora Deck, a artista gravou o álbum "PRIMAVERA NOS DENTES” - um tributo aos Secos & Molhados. O projeto foi muito bem recebido pelos integrantes da banda original e rendeu elogios públicos à Duda por parte de Ney Matogrosso.

 

Em agosto de 2019, a convite da gravadora Jóia Moderna em parceria com a Oi, a artista entrou em estúdio novamente para registrar o projeto “IARA IRA” - aclamado espetáculo que reúne Duda Brack, Júlia Vargas e Juliana Linhares no palco.

 

Desde 2017, Duda integra a equipe do Sérgio Penna - renomado preparador de atores para cinema e TV - atuando como cantora, compositora, atriz e DJ (fazendo pesquisa, curadoria e composição de trilhas sonoras) em seus workshops e trabalhos de preparação para filmes, séries e novelas.

 

Em 2020, Duda Brack lançará seu segundo disco pelo selo “MATOGROSSO” (de Ney Matogrosso) em parceria com a Alá Comunicação e Cultura. O álbum, que será distribuído pela Altafonte, conta com a colaboração de diversos artistas, dentre eles Lúcio Maia (Nação Zumbi), o grupo de percussão Os Capoeira, além do próprio Ney Matogrosso.

 

 

 

PEDALADA

Composta por Duda Brack, em parceira com Chico Chico, “PEDALADA" é o primeiro single do novo álbum e o primeiro videoclipe da carreira da artista.

 

 

O SINGLE:

 

A faixa, produzida pela cantora em parceria com Gabriel Ventura, traz uma sonoridade híbrida, que mistura influências distintas - que vão da vanguarda paulista à brass band - e resulta em um novo conceito  musical: o POP EXPERIMENTAL.

 

A composição mira na concisão da idéia, no dialogo horizontal (herança da poesia concreta de Leminski e Itamar Assumpção); o arranjo traz a pulsação rítmica, que acessa o corpo e promove a dança, sem perder de vista a liberdade de experimentar novos caminhos estéticos.

 

 

O CLIPE:

 

Com roteiro e direção criativa assinados por Duda, em parceria com Ana Campos e Rebeca Brack, o videoclipe de "PEDALADA" tem linguagem cinematográfica e traz uma proposta de dramaturgia que foge aos padrões convencionais de videoclipes.

O clipe, que se passa em uma pensão na Lapa / RJ, conta a história de um desencontro amoroso e traz provocações sutis e apimentadas de temas caros ao feminismo, como “manterrupting” e “mansplaining”, tecendo novas camadas ao argumento da letra da canção.

 

“PEDALADA" conta com direção de fotografia de Dudu Mafra, preparação de elenco de Sergio Penna, preparação de movimento de Lavínia Bizzotto, e participações ilustres de artistas como Gabriel Leone, Alice Caymmi, Não Recomendados, Porta dos Fundos, Larissa Conforto e Gabriel Ventura.

 

CLIQUE NA IMAGEM PARA LER A MATÉRIA

LOGO PINK.png